sexta-feira, novembro 14, 2008

Breaking News

Violento incêndio assolou o Paço dos Duques da Quinta do Picado, residência oficial do meu Médico Particular e de Bordo também.
O sinistro foi combatido por três corporações de Bombeiros, nenhuma de coimbra felizmente, um batalhão da Proteção Civil, dois escuteiros, dois membros do Exército de Salvação e um voluntário do Grupo de Forcados Amadores de Alhandra, em férias no Norte do País.
Completamente destruido ficou o sistema de aquecimento do Paço, quatro livros de receitas do Mestre Silva, um móvel estilo D. João V, uma cadeira da feira dos vinte e oito e um pufe comprado na feira de Espinho ao sr. Joaquim Monteiro Lelo.
Salvou-se a garrafeira bem sortida do nosso Médico de Bordo que, em graça disso, já prometeu ir a pé à Nossa Senhora de Vagos.

PS: Recebemos agora a informação que a Edição Ilustrada do Kama Sutra,orgulho de qualquer Biblioteca, apesar de algumas páginas queimadas,nomeadamente o indice figurativo, conseguiu,no essencial, salvar-se.

5 comentários:

Sailor Girl disse...

A sério??

João Manuel Rodrigues disse...

Garrafeira? O amotinado Fletcher não é abstémio? Teu médico? Foda-se, ganda confusão, tenho de ir beber 3 copos de tinto para aclarar as ideias!!!!

O Chefe de Pilotos do MP

Médico de Bordo disse...

Paço dos Duques, aos 16 de Novembro do ano da graça de 2008 da era cristã;
Depois da azáfama conjunta para combater o violento incêndio brilhantemente descrito (se não fossem os dois escuteiros e o destemido forcado que galhardamente pegou no extintor,não teria conseguido salvar o Livro de Recitas da Maria de Lurdes Modesto!!!!), tenho a informar que pese embora o sistema de aquecimento tenha ficado destruído, o calor humano no Paço permanece inalterável.
Quanto aos livros de receitas do Mestre Silva valeu a tua ideia de os ter copiado Á MÃO para formato digital, com imagens e tudo. O móvel D. João V ficou totalmente irrecuperável, o pobrezito, pelo que foi de imediato despromovido a D. João I.
Da cadeira da feira dos vinte e oito ainda se salvaram três pézitos, mas conto com a tua ajuda, pois da última vez que estive no Solar da Boavista vi lá uma escondidita com cinco pézitos, coitadinha!!!!!
Telefonei também ao Sr. Joaquim e ele disse-me que quando viesse entregar a tua encomenda, me traria também, se coubesse na carrinha, o meu puf que ardeu.
Quanto à garrafeira, estás convidado para vir ver in loco os salvados do incêndio aqui do Paço.

Joanissima disse...

Ora aqui está uma notícia digna da abertura do telejornal - vá- da uma, depois de uma Fátima lopes ou de um Goucha, já conhecidos pelas suas tragi-comédias.

"As trágicas labaredas só pararam perante o faro da petiz ensonada que, como que pressentindo a desgraça a assomar-se à porta de seus aposentos, desata aos urros e aos gritos, dando o alerta da nova: papai, mamãe, está aqui muito fumo e eu juro que não fumo!!! seus pais, tolhidos pelo barulho, vestiram-se à pressa, ela um robezito de cetim florido - que diz que arde mai' depressa - e ele um jaquetão chinês da mais pura seda com motivos de dragões, ironicamente, a cuspir fogo, correm para a marquise que se consumia, levando consigo o pufi, o móvel do D. João, os livros da Ti' Maria de Lurdes e do Chefe Silva e ainda as três edições ilustradas do kama sutra. Senhores tele-espectadores, foi o caos, a tragédia, o horror. Imagens reais."

Poder-se-iam ter feito directos na TVI ou na Sic mas, desde que a ministra da saúde levou com ovos na fuça, os repórteres preferem ver gemadas a escorrer dos cabelos da senhora, do que dar voz a estes funestos acontecimentos.

RIP, aquecimento central.

E, como diz o outro, DISSE.
Eu digo. Com os nervos, claro está, que estava a ver que tinha que passar o fim de semana de trincha em riste, a pintar o tecto escuro da marquise. Livra!!!!

Marieke disse...

Sim senhora..não digam agora que os cunhados não têm queda para a escrita...belissimos comentários da cunhada e do cunhado
Um abraço aos dois
Marieke