quarta-feira, dezembro 29, 2010

Pórticos das ex scuts atacados a Tiro em Viana do Castelo

Viva a Maria da Fonte
Com as pistolas na mão
Para matar os cabrais
Que são falsos à nação


É avante Portugueses
É avante sem temer
Pela santa Liberdade
Triunfar ou perecer

Viva a Maria da Fonte
A cavalo e sem cair
Com as pistolas à cinta
A tocar a reunir

Já raiou a liberdade
Que a nação há-de aditar
Glória ao Minho que primeiro
O seu grito fez soar

segunda-feira, dezembro 27, 2010

Du côté de chez moi

Continuando ao melhor estilo 'bolheano', este fantástico 'sem luz' no Canal do Boco, mesmo ao lado do chalé da Boavista.
Regressado de termas, ainda não refeito do meio copinho de água fresca que sempre me obrigam a beber, aqui estou para invejar os meus amigos.
Na ida a termas paramos no Restaurante do Lau, em Cerveira, onde se provou uma magnifica vitela no forno. De entrada um queijinho fundido com chouriço fez as delicias de paladar aos termantes.
Já nas termas provou-se um jantarinho com uma saladinha (dietética) de lavagante, de tão boa que estava se teve de repetir. Seguiu-se um naco de vitela a que os gajos chamavam mil hojas, vá se lá saber porquê, e um maigré de pato com compota de frutos silvestres, muito gabado entre os comensais, mas que, como é sabido,não faz as minhas delicias.
Nas termas propriamente ditas duas horas de repuxos, saunas e repuxos outra vez, finalizadas com o malfadado meio copinho de água fresca, uma seca, mas que já está em meio depois de muita e afanosa negociação. Inicialmente eram 3 copinhos inteiros.
PS: SMS recebido do meu Amigo Manel que,como eu, faz hoje anos:
"...
Em Portugal mandaram os espanhois com o caralho e é feriado; mandaram o Caetano para o Brasil e é feriado; mudaram-se para a Republica e é feriado. Mas filho da puta nenhum se lembra que o dia 27 de Dezembro de 1953 viu dar à luz dois cidadãos de uma inteligência e de um relevo de que a Pátria se devia orgulhar..."

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Atribulações de um Republicano na Republica














Aprumadinhos,os bófias da GNR rendiam-se uns aos outros.

Instante em que a égua da brilhante Amazona se aliviava, largando na via publica para aí uma boa arroba de bosta, merdelim, perante o olhar estasiado da plebe e enrascado da Amazona,brilhante, a Amazona.

(Ao som, alto e enlatado do Die Entfuhrung aus dem Serail ----eu sei que em Alemão as palavras em -ung são fêmeas, mas que querem,a tradução fica melhor assim)

Um fim de semana na Mouraria impunha, obvio,um render da Guarda, para mais para um Republicano como eu.
Romagem, já que estava alí, aos tumulos do Gama e do Camões, claro,passando pelos pasteis de nata, que na Mouraria se chamam de Belém, vá se lá saber porquê !!!

domingo, dezembro 19, 2010

Noite na Mouraria



Para não morrer estupida, a tripulação do NVV Veronique deslocou-se à Mouraria para uma noitada bip, aproveitando um combite para a distribuição de prémios de um jogo de gestão da XTB.
Presentes um quarteirão de Tias, das quais destaco a Xituxa, a Pimpalicha e a Xataticha,entre muitas outras.
Da minha parte, enquanto o bar esteve aberto, malhei, só à minha conta, quatro gins tónicos (a organização desconhecia o conceito gin técnico).
A Buate, a BBC, tinha bom aspecto, mas convencional e, desconhecendo, como já referi, o conceito GIN TÉCNICO, deixou muito a desejar.


Não fiquei cliente.

terça-feira, dezembro 14, 2010

Economia Politica

"...
O FMI não tem credebilidade nem representatibilidade.
..."
J.Sócrates, primeiro ministro de Portugal, alegadamente engenheiro, autor de faxes satiricos, especialista em inglês técnico.


"...
Mas tem dinheiro.
..."
J.M.Veiga, bloguista amador, sócio da Ordem dos Engenheiros nº1949, com as quotas em dia, MMMMBAS (1) do NVV Veronique, piadista incipiente e historiador de efemérides.

(1) MMMMBAS = Mais, Mas Mesmo Muito Mais Bem Amado Skipper

segunda-feira, dezembro 13, 2010

Finalmentemente

Finalmentemente, que como toda a gente sabe é um adverbio de modo como outro qualquer, o NVV Veronique passou para Sul a ponte da A25 para as praias da Barra e da Costa Nova.
Às arrecuas, é certo, mas passou.
A foto, não sei se do Julio se do nosso médico de bordo, agora aposentado, foi retirada do facebook deste último.
Ficam assim abertas novas paragens de navegação para o mais gracioso veleiro do Universo, quiçá mesmo o mais gracioso de Aveiro.

domingo, dezembro 12, 2010

Lua Cheia, que por acaso foi Quarto Crescente

Magnífico 'Sem Luz', de inspiração bolheana, numa não menos magnífica noite de Inverno, sem vento nem chuva.


Depois de uma renhida tarde desportiva, em que o rodar das boias se revestia do mais vivo espirito de competição,uma bem merecida consoada a bordo do Nagual.

sábado, dezembro 11, 2010

Bravo (da Mata)

Nas vésperas da Grande Regata

Não faço ideia, the slightest idea,como dizia o Udo,onde raio é que o NVV Veronique navegava nesta altura.
Talvez no Estreito de Drake, talvez nas Seichelas, quem sabe?!!!
A berdade é que nas bésperas das grandes competições fico assim como que irrequieto, e a irrequietude dá-me para o Bushmills,ou na falta, o que é o caso, para o Glendfidich.
Amanhã,o grande dia, já entranhei a táctica para abordar a boia de barlavento. Quanto à de Desmarque ainda não acertei com o táctico: o gajo está pela caldeirada de enguias, eu pelo leitão assado.
Amanhã decido.
O Udo Poefstcher, filho do sr George Poefstcher, primeiro armador do Veronique, quando descia de elevador na Barra e eu lhe dizia que ele,o elevador, não tinha memória, retorquia sempre: Not even the slightest idea....

terça-feira, novembro 30, 2010

Dezembro de 1640, 01

Escondido num armário estava o traidor Vasconcelos, que nós também os temos.
Respeitamos e, nalguns casos, até apreciamos a cultura castelhana. Mas sem subserviência, sem dobrar a cerviz.
Somos uma Pátria com 900 anos, mais nenhum outro país se pode reinvidicar do mesmo.
Não aprendemos nada nestes 9 séculos? Às tantas não, abrimos as nossas portas escancaradas aos produtos castelhanos para a seguir mandar para o desemprego compatriotas nossos.
Até quando?

Politica

Sócrates: "A dívida portuguesa não está aqui em discussão"

Mentiroso mente uma vez, mente sempre.
Mesmo que fale verdade, todos lhe dizem que mente.

domingo, novembro 28, 2010

A nossa Ria

Sábado de tarde, uma enchente tímida, a navegar até à Caldeira do Forte para uns examesitos de Alto Mar, fui acompanhado por esta bateira, que vinha do Canal do Rio Boco e se afastou, para uma chinchada(?), na Cale de Espinheiro, pelas Duas Águas.

quinta-feira, novembro 25, 2010

III Grande e Monumental Regata da Lua Cheia que por acaso é Quarto Crescente


III Grande e Monumental Regata da Lua Cheia que por acaso é Quarto Crescente

Cambada,

Na berdade a próxima Lua Cheia fica em cima do Natal que, como se sabe, é quando um homem quizer.
Assim, a III Grande e Monumental Regata da Lua Cheia que por acaso é Quarto Crescente terá lugar a 11 e 12 de Dezembro.
As marés são as seguintes:
dia 11 Sábado
BM = 1231 (1,1m) / PM = 1851 (2,7m)

dia 12 Domingo
BM= 1319 (1,2m) / PM= 1941 (2,6m)

Programa das Regatas
Boia de Desmarque, sábado ao jantar na Caldeira do Forte, Chanfana ou outro a combinar;
Boia de Barlavento, domingo ao almoço, caldeirada pescada na véspera ou de enguias no Zé Zé;
Vinho da Casa: Rota da Vila (ou qualquer outra, desde que abundante)
Licores da Escócia e Galegos, Gins Técnicos e Rum à descrição
Entradas de presuntos e tabua de queijos
Sobremesas : Tarte Tatin e Pudim Flan

Aguardando notícias, despeço-me com amizade,

João Madail Veiga
PS:
Inscritos até agora:
NVV Veronique do armador J M Veiga
Nagual do Armador Médico de Bordo
Le Grand Bleu do Armador AlgodãoemRamobitch
Zé Daniel do Armador QuinZé

quarta-feira, novembro 24, 2010

Viva a Greve Geral

A Greve Geral de hoje teve multiplos e grandiosos efeitos, o mais importante dos quais foi ter aumentado a população portuguesa.
Segundo os srs Carvalho da Silva e João Proença, mais de 3 milhões de trabalhadores adreiram à greve.
Partindo do principio que esses trabalhadores eram portugueses, somemos-lhe mais 150 mil patrões que, probavelmente não terão aderido.
2,5 milhões de trabalhadores das piquenas e médias empresas que também não aderiram.
Com os reformados e pensionistas dá mais 2,0 milhões.
150 mil tropas e bófias várias.
Xulos, putas e azeiteiros, que também furaram, somam mais 125 mil.
Futebolistas, arbitros e dirigentes , mais 12.500.
Lavradores, pastores, queijeiros, vinhateiros e quejandos que não tiveram outro remédio que não vergar a mola, dá mais 1,5 milhões.
Transfugas à greve, pelo menos nos numeros dos sindicatos (3.000.000/0,85-3.000.000 , considerando os 85% de adesão) = 530.000.
Miudagem em idade escolar 2,5 milhões
Politicos, aparatchicks, autarcas, presidentes de junta : 15.000.
Presidentes da Republica em exercicio ou na reforma mais as respectivas casa civis e militares: 5004 (são 4 Presidentes e para aí mais uns outros 5 mil gajos).
Presidentes de Institutos, Autoridades, Fundações, vogais dos conselhos de administração, Directores Gerais, Presidentes de CCRs e oficios correlativos : 15.000.
Desempregados mais 600.000 que não tiveram trabalho para grevar.
Embarcadiços : 5.500.
Já vai em quantos???

domingo, novembro 21, 2010

II Grande e Monumental Regata da Lua Cheia




Tim Tenhor, um fds de luxo.
Sexta ao fim da tarde no Mercado Negro para o lançamento do "Autópsia de um Naufrágio" do Necas do Sindbad, correria para o Brazão na Barra para malhar uma pizza, ouvir Wagner e Mozart logo de seguida no CCI, trabalhar um pouquinho sábado de manhã e....ao principio da tarde, no inicio da vazante, aí singrou o NVV Veronique para a Caldeira do Forte.
Muita chuvinha, umas passeatas a pé pelo Oudinot, o livro do Necas do Sindbad lido num fôlego e mais umas passagens do Kerouak relidas, umas garrafitas de chaimpain, duas levas de examinandos até ao Mar para a carta de patrão de costa (um deles, a medir a altura do farol com o sextante, olhava pela parte da lente de saída da luneta; disse-lhe baixinho, sem o comandante examinador ouvir, que se fosse comigo e com uma asneira daquele tamanho, chumbava ele e os 5 cursos a seguir), um bacalhauzinho abanado e outro com grão, e por aí fora.
Para a próxima Lua Cheia há mais...

sexta-feira, novembro 19, 2010

Regresso ao Mar

Depois de algumas semanas com escritos politicos, e sem me esquecer que a 17 de Novembro de 1807 as tropas francesas e castelhanas entraram em Portugal pelas fronteiras galega e beirã com o Junot à frente, e que a 17 de Novembro de 2010 a arrogância castelhana se vergou em Lisboa à humildade e ao trabalho lusos, regressemos pois ao Mar.
Os anos de 2009 e 2010 foram macacos. Por diferentes motivos, os mais dos quais relacionados com a puta da minha vida profissional, pouco ou nada naveguei. Umas saídasitas à Figueira, a Viana do Castelo e a Baiona, sempre com recurso a Amigos para trazerem o NVV Veronique de regresso a Aveiro.
2011 será necessáriamente melhor, pior é impossível.
Para começar, este fim de semana, com chuva ou sem ela, vou para a nossa Ria.
Logo se verá se chego molhado a segunda feira.

segunda-feira, novembro 08, 2010

Pensamento do dia

(decalcado da web)

O Benfica é como eu, vai ao Porto para não fazer nada e comer bem.

segunda-feira, novembro 01, 2010

Estrela do Mar



Um Povo pode admirar e respeitar Tom Waits,Jarreth, mas tem de ter a sua própria identidade, a sua própria Cultura. Se a tiver,nunca morrerá, nunca será subjugado.

sexta-feira, outubro 29, 2010

Politica

Havia um manicómio com dois 'doentes', maluquinhos, vá, que tinham o hábito de um perseguir o outro.
O perseguidor empunhava sempre um facalhão enorme e corria atrás do outro ameaçando-o.
A correria seguia por todos os corredores do hospital até que os dois chegavam a um beco sem saída, com o perseguidor a esgrimir o facalhão ameaçador para o outro.
Nessa situação, o perseguidor/ameaçador entregava o facalhão ao outro e dizia-lhe:
--Toma lá a faca, agora é a tua vez.
E recomeçava tudo outra vez.

segunda-feira, outubro 04, 2010

Viva PORTUGAL, Viva a República

Cem anos não é nada na vida de Portugal, mas é tudo.
Temos governantes de trampa, mas os dos monárquicos não eram melhores, nalguns casos até eram bem piores.
E depois um regime em que o nascimento não é impeditivo do que quer que seja, tem sempre a minha simpatia militante.

V I V A A R E P Ú B L I C A

domingo, outubro 03, 2010

Almeida Santos

O presidente do PS considera que o esforço pedido pelo Executivo com novas medidas de austeridade "não são sacrifícios incomportáveis" e que "o povo tem que sofrer as crises como o Governo as sofre".

in Publico,30 Set 2010.

Oh Almeida, vai apanhar no rego pá.

Joao Madail Veiga, in Ventosga, 03 Out 2010

quarta-feira, setembro 29, 2010

Breaking News


A Quadrilha já tem mais assaltantes que funcionários tem a TAP ou a PT.

domingo, setembro 26, 2010

200 anos da Batalha do Buçaco

27 de Setembro de 1810
É certo que o Exercito Português era comandado por generais ingleses, o nosso Rei tinha ido a banhos para o Rio de Janeiro, mas fomos nós a dar na boca aos franceses.
E mais, são inumeros os exemplos de combates de guerrilha, muitos deles na nossa região, e em todas as vezes que os franceses cá vieram.
Esses combates eram protagonizados exclusivamente por Portugueses, camponeses aguerridos que depois sofreram terríveis sevícias das tropas de ocupação francesas.
(...onde é que 130 anos depois se viu disto, durante a 2ª Guerra?)
Faz agora 200 anos e parece que foi ontem.
Quando trabalhava na Renault, todos os anos nesta data, iamos fazer um pic nic nas matas do Buçaco.
Sabemos bem onde é o Buçaco e Aljubarrota. Por um lamentavel chauvinismo, ninguém em Portugal sabe onde fica Alcacer Quibir.

sexta-feira, setembro 24, 2010

Azeitices

Uma empresa do Estado de distribuição de água, água que como toda a gente sabe, é um bem superfluo e de luxo, não prestando contas a ninguém, distribuiu 400 carritos topo de gama aos seus colaboradores melhor colocados para esta tão acertada decisão, a da distribuição dos carritos.
Temos no entanto de concordar que isto do negócio da água tem que se lhe diga, não é para todos e tem muita despesa.
É preciso arranjar oxigénio, depois hidrogénio, misturar tudo nas proporções correctas, enxogalhar bem para misturar, tudo alí feitinho à mão, depois engarrafar e levar a casa dos clientes. Já viram o trabalho e a despesa que é fazer isto tudo?
Da minha parte já dei conta do aumento da conta da água. É a minha, é a nossa contribuição, para além dos impostos, para o bem estar destes nossos dirigentes.
Há dias, um antigo Presidente de Câmara com quem privo, defendia que as instituições estatais se deviam reger pelo principio da auto sustentabilidade. Isto é, deviam criar as taxas que suportassem as despesas que têm. Despesas essas como, por exemplo, os carritos utilitários com que se presenteiam.
Ahhh, esse ex presidente está agora colocado numa dessas empresas estatais de distribuição de água.
O que é importante não é pois o serviço que essas instituições, institutos, fundações e quejandos prestam aos cidadãos, o importante é cobrar as taxitas para comprar os carritos e pagar os vencimentositos.

Mas não há quem ponha mão nisto?!!!!
Não há uma ETAzinha que dê um ou outro tiro nos cornos destes gajos???

terça-feira, setembro 21, 2010

Uma do Bolha

Fotografia 'assim assim' do Bolha, mostrando em Biana o mais gracioso veleiro do Universo, quiçá mesmo o mais gracioso de Abeiro, a passar ao lado do lugre que, pela primeira bez, respondendo à saudação do NBB Beronique, amandou duas gaitadas à nossa passagem.

segunda-feira, setembro 20, 2010

Desilusão

Eu e o Médico de Bordo, atentos ao Desfile Náutico, num jardim ribeirinho de Biana

O Lanhezes

Aproveitando o Cruzeiro da Avela e da ANR ao Douro e Ave, prolonguei-o e naveguei até ao Lima.
É sempre emocionante navegar até Biana, terra irmã, e para mais com o encontro de embarcações tradicionais a decorrer e o Santa Maria Manuela por lá atracado.
Navegação a motor desde o Douro, de onde largamos pelas 4 da madrugada, calma mas sem vento a ajudar, entramos a barra do Lima às 1100, com a tradicional garrafinha de champain aberta loguinho na penetração.
Passamos pelo lugre e, espantem-se, pela primeira vez respondeu à nossa saudação com duas roncadelas, baixinhas, mas audíveis.
Às tantas foi pelo mesmo motivo por que nós cumprimentamos em Paris vizinhos que ignoramos na nossa rua. Bá-se lá saber.
As embarcações tradicionais no rio eram as mesmas que já vimos noutros encontros. O moliceiro era dos falsos, dos pequenitos para 'turista ver'. Só o Lanhezes nunca tinha visto antes e, apesar das suas defensas de garrafas de lixivia vazias, merecia melhor, paraceu-me muito elegante. Nunca tinha visto nada parecido, gostei.
Mas, e o desfile náutico programado para as 1100, e o Amigo Barco Antigo para quem reservei a ultima garrafinha de champain, além das outras do Douro, claro?
Bem, na ausência do desfile, ferrei uma sestinha numa sombra do parque marginal ao rio, que bem me soube, depois de uma noite de navegação.
As fotos? o Bolha fez bué delas, bão lá que o gajo merece.
E prontes...

quinta-feira, setembro 16, 2010

É politica pá

Na altura do PREC lembro-me de um tipo da comissão de extinção da Pide dizer, num jornal, que não se sabia bem onde acabava a Pide e começava o PC e vice versa.
Hoje, estava eu no Chez Alamede a malhar um arrozinho de pato e, para quem não sabe, as mesas do Chez Alamede são corridas e quase se come de escoado, ao meu lado sentaram-se um senhor dos seus cinquenta-sessenta anos, um jovem portanto, acompanhado de duas senhoras das mesmas idades.
Ao que percebi era emigrante nos USA.
Contava ele que tinha alí estado há uns anos, a caminho de Ilhavo, onde um conhecido do seu pai, comerciante de xxxx naquela vila, era muito bem relacionado com a Pide e que conseguiria livrá-lo da tropa, de ir para Africa.
Acrescentou que não conseguiu nada, que não livrou, mas ficou na 'metrópole' numa repartição qualquer.
Acrescento eu que sabia muito bem de quem ele falava, que o tal comerciante de Ilhavo tinha de facto essa fama e eventualmente esse proveito, e que também tinha a fama e eventualmente o proveito, ele e os filhos, de serem, simultâneamente, do PC e da situação.
E prontes....

domingo, setembro 12, 2010

Cronicretas de Férias-5 (O Futebolês)

--Temos a certeza de sermos os melhores... (jogador de futebol do SLB que não sei identificar)
--Não brinquem com esta instituição...(L F Vieira, Presidente do SLB)
--Oh Orelhas, isso é uma ameaça? Já estou todo borrado...(Juca, velejador do CVCN e adepto do FCP)

sábado, setembro 11, 2010

Cronicretas de férias 4

Uns besugos de luxo no Jorge, que vai ser o 1º grumete de cozinha na viagem até Biana e, de seguida, no meu bar de eleição na Vagueira, uma interpretação de Gershwin, Summer Time, de fazer corar de vergonha os mouros da capital que a arranham, e que me fez inchar de baidade, por serem alunos dos cursos de música da Universidade da minha terra a tê-la, à interpretação.
Não foi por acaso que o Zé Duarte por cá se fixou, musicalmente falando, claro.
Saí impante e inchado, e só comi um besuguinho grelhado.
Amanhã vou acabar as férias grandes (uma semana interinha) na nossa Ria. Se me der na telha vou passar o NVV Veronique debaixo da Ponte da Barra. Teoricamente são 14 metros de 'air draught', exactamente a altura da linha de agua à antena de VHF do mais gracioso veleiro do universo.
Se a ponte cair estou lixado,o Socas quilha-me.


Wish me luck.

quinta-feira, setembro 09, 2010

cronicretas de férias 3

Das maiores marés do ano, o 'Sexta Feira 13' ao fundo em fabricos e o armador do n/v Equador, o sr Vitorino Madaleno, muito conhecido por lavrar alguns fundos de alguns canais da nossa Ria, com uma técnica inovadora para atravessar o terreiro do clube, inundado pela maré equinocial.

cronicretas de férias 2

Um bom exemplo das embarcações 'agua acima' dos nossos amigos campinos, este aqui, atracado no Canal de São Roque, Saudades One de sua graça, capado de mastro,belissima lancha para a prática da moto náutica.

quinta-feira, setembro 02, 2010

Cronicretas de Férias

Ontem, no relvado da Costa Nova, assitimos deleitados à actuação do virtuoso da concertina.
O Povo cantou, dançou e até assisti a umas cambalhotas, muito ao estilo da Nadia Comaneci, flic flac à retaguarda com mortal encarpado, bem no meio de um vira para uma chula.
O homem toca e canta bem, escolhe bem as letras, '...tiro o carro, meto o carro, na garagem da bizinha...' e o sotaque galaico duriense fica a matar com as cantigas.
Não me venham com tretas, a musica que ele canta é a alma do nosso Povo, e não estou a falar da jocosidade, estou a lembrar-me da concertina, das desgarradas ao estilo da Maria Barbuda versus Marques Sardinha, das chulas batidas, do imenso gozo que emana dele ao cantigar tudo aquilo.
Fiquei à espera do clássico ' ...há quem lhe chupe a cabeça, outros preferem a posta, cá por mim como-lhe o rabo, seja cozido ou grelhado, cada um come o que gosta...', bem adaptado ao passado mês de Agosto e às peixadas com que nos locupletamos no Jorge, no Quiquitos, no Dóri e em tantos outros. Foi pena, estava à espera, mas correu mal.

terça-feira, agosto 31, 2010

F É R I A S

Cambada,

Bou de férias que até ferbe.
Fiqueide bem que eu fico melhor.
Trabalhaide, que alguém tem de dar as notas ao Socas e agora é a bossa bez.

sexta-feira, agosto 27, 2010

Politica

A actividade politica é, por definição, nobre e desinteressada, é alguém preocupar-se com a vida e o bem estar dos seus concidadãos e ter, naturalmente, pontos de vista diferentes para o alcançar.
O que temos, as mais das vezes, é aparactichikismo, é carreirismo nos aparelhos partidários e filha-de-putismo militante para alcançar propósitos financeiros, a todos os níveis, que não estando junto do poder, a mamar na teta da vaca, nunca se conseguiriam.
Os dois textos abaixo não são meus, são dois comentários de MANUEL e de Joseph People, do Diario Económico on line de hoje, que aplaudo e reproduzo.


------------------------------------------------------------------------------

Se ao que já é cobrado ( a troco de cada vez menos benefícios) somarmos o próximo Código Contributivo da Segurança Social, a situação do contribuinte vai tornar-se verdadeiramente dramática. Se este código demencial e irresponsável for para a frente, a fuga aos impostos passará a ser uma questão de mera sobrevivência para muitos contribuintes, sejam eles quem forem (PME's, Trabalhadores Independentes, etc.). Façam um exercício: guardem os papéis das despesas de um mês e no fim somem o IVA que pagaram. A isto juntem o IUC, IMI, Segurança Social, IRS, IRC e outros, e vejam qual a percentagem do que ganham que vai direitinha para as mãos de um Estado despesista e cada vez menos amigo dos cidadãos: 60 a 70% ! Uma aberração, que faz das nossas vidas um inferno. Por este caminho, em muitos casos, a fuga representa a sobrevivência.


---------------------------------------------------------------------


Há em Portugal uma entidade que é accionista de 1/4 de todas as empresas, mas que não investiu um cêntimo no seu capital e ainda cria dificuldades para que estas se desenvolvam, e que ainda assim não paga a tempo e horas.

Há em Portugal uma entidade que tem uma comissão de mais de 1/5 de todas as transacções, contudo não garante que caso o cliente não pague ao fornecedor seja devidamente punido a tempo e horas.

Há em Portugal uma entidade que apesar de cobrar metade do valor gerado por cada português, obriga este português a pagar impostos sobre impostos nos carros, portagens sobre impostos nas autoestradas, impostos sobre bens essenciais como a energia, a água, o solo e que ainda assim não garante a manutenção das florestas, o pagamento aos bombeiros, a segurança de pessoas e bens que é suportado novamente pelos privados.

Há em Portugal serviços públicos que servem de fachadas para angariação de clientes de empresas privadas de funcionários "públicos", que funcionam mal para que os privados se vejam obrigados a corromper ou a recorrer aos serviços destas empresas.

Há em Portugal uma entidade que apesar de gastar mais per capita que todos os países da EU em saúde, os cidadãos cumpridores não tenham devido acesso ao SNS.

Há em Portugal uma entidade que apesar de gastar uma fortuna em educação tem os índices mais baixos de aproveitamento escolar e maior necessidade de formação adicional, paga pelas empresas se querem ter colaboradores qualificados.

Há em Portugal uma entidade que faz as leis, mas que é sempre a primeira a transgredir, seja no cumprimento do orçamento de estado, seja na contratação de trabalhadores a recibos verdes, seja na violação do segredo de justiça, seja no alimento à corrupção.

quarta-feira, agosto 25, 2010

Outras da Abertura da Caca

Do grande Mentor da Abertura da Caca em flotilha, Comandante Quinzé, as fotos acima, acabadinhas de chegar a este modesto espaco.
PS: Viram por aí uma cedilha? Ando à caca dela.

terça-feira, agosto 24, 2010

Férias e São Paio

Pois é, a velhice e as férias, ou ausência delas, tem destas coisas.
Primeiro não saí de Aveiro durante o mês de Agosto, salvo uma fugaz passagem pela Casa das Marés e por Cascais, e um lavagante e alguns percebes depois regressado aos trabalhos, que alguém tem de tocar o País para a frente.
Seguiriamos, em desejo, para o Mar Oceâno, até onde o vento nos levasse, a mim e ao NVV Veronique, o que não está ainda descartado, mas as cruzes e os artelhos não estão a ajudar em nada.
De uma longa lista de casas de pasto e restaurantes
ribeirinhos, nas Nazaré, Figueira, Berlenga, Ericeira e Cascais, resultou uma ainda maior lista de casas de pasto e restaurantes ribeirinhos a visitar nas Nazarés, Figueira, Berlenga, Ericeira e Cascais.
Por onde optar então?
Ponho de fora a Rosa Amélia na Figueira ou a Tasca do Joel em Peniche? Descarto o Arnaldo da Berlenga ou o Ribas da Ericeira?
Argghhh duvida atroz, Alas, poor Yorik, (how) I knew him!!!
E porque não reeditar o roubo do Santo pelos Ilhavos na Romaria da Ria?? Ãhhhh sim, e porque não reeditar o roubo do Santo pelos Ilhavos na Romaria da Ria?? ?
Liguei ao meu Amigo Varinhas e ao meu quase ex Amigo Zé Ângelo e, às tantas, vamos mas é reeditar o roubo do Santo pelos Ilhavos na Romaria da Ria.
Já iniciei os aprestos do NVV Veronique com uma não menos vasta lista de vitualhas e garrafões para as 24 reduzidas horas de romaria.
Ou me engano muito, ou se for essa a opção das minhas férias, vou ter muito tema para futuros textos neste espaço.
Ora vamos lá a ver se assim vai ser.

quarta-feira, agosto 18, 2010

De pé Oh Portugueses, basta de vergonha

VIVA A MARIA DA FONTE
COM AS PISTOLAS NA MÃO
PARA MATAR OS CABRÕES
QUE SÃO FALSOS À NAÇÃO


"....
É recorrente darem essa desculpa descabida dos enterros nos cemitérios para a Revolta da Maria da Fonte quando é certo e sabido que não o foi. Um funeral serviu de pretexto mas a verdadeira razão era uma lei que obrigava a população a contribuir com dinheiro ou dias de trabalho gratuitos, isto é, a escravidão, na construção de estradas e outras obras públicas. Esta Maria era conhecida assim porque seria da Fonte Arcada...."

Alibaba e os 4016 ladrões

Várzea de Meruge, Seia
Eis para onde não vai o dinheiro que o estado nos esturque com os impostos. Para o bem comum não é de certeza, antes para engordar os bolsos dos aparatchicks.
O Povo de Várzea de Meruge é que não esteve para tretas, plantou umas couvinhas nos buracos da estrada.
Tomem nota oh aparatchicks de Lisboa, e do resto de Portugal, qualquer dia a rapaziada acorda e depois pode ser tarde para vodes.
ah ça ira , ça ira, ça ira
les aparatchicks à la lanterne
ah ça ira, ça ira, ça ira
les aparatchicks on les pendra...

segunda-feira, agosto 16, 2010

Abertura da Caça na Cale do Ouro

Decorreu de forma agradável e pitoresca mais esta abertura da caça, desta vez a de 2010, que educadamente me inibo a mim e aos meus amigos de descrever, da forma exaustiva como é meu hábito, as inumeras e deliciosas vitualhas que compuseram as ementas destes dias.
Tudo começou com uma nortada agreste, mas depois do virar da maré, a ventosga despareceu e deu lugar a uma deliciosa manhã onde se curaram as ressacas e se fez sequi nautico, com os trambulhões da praxe e as litradas de água salgada bebidas à Ria e à Cale do Ouro.
PS: Então não é que o Ministério atrasou a data da abertura da caça para este fim de semana que vem? E eu que nem tinha dado conta que, de facto, os tiros eram poucos na Ria. Lá vamos de ter de ir abrir a caça outra vez. Phoenix.

sexta-feira, agosto 13, 2010

E por falar em rochedos....

Na Regata Arcachon - Aveiro de 2001, passamos as Sisargas (sabem onde ficam as Sisargas, oh gentes de água a cima?) com Mar de Homens, Vento a condizer e o rabo a dobrar lâminas de barbear.
Para a história a tripulação do NVV Veronique:
MMMMMBAS(*) : eu;
Imediato e grumete de serviço à cozinha: Bolha;
Médico de Bordo e 2º oficial de quarto: João Pargana.


(*) Mais Mas Mesmo Muito Mais Bem Amado Skipper.

Será que isto nunca mais acaba?

Há instantes na Senhora do Socorro e das Necessidades.
Estava lá UM guarda da natureza a atacar o fogo, literalmente, ao pontapé.

14 de Agosto de 1385

Nunca é demais relembrar

terça-feira, agosto 10, 2010

Iate francês

Do télélé do meu quase ex Amigo Zé Angelo, e digo quase ex Amigo porque há uma semana que está na nossa Ria e ainda não tirou um jantarzinho para se embebedar comigo, grrrrrrrrrrrrrrrr, recebi esta imagem de um iate francês que eu ajudei a atracar na Avela domingo passado.
Armava em iate, dois mastros com caranguejas para o pano latino. Um gurupés elegante e dois casais que, apesar de froggies, eram simpáticos como (quase) toda a gente que anda no Mar.

sexta-feira, agosto 06, 2010

Breaking News

Em situação grave, encalhado no lodo do Canal dos Bacalhoeiros e, para cumulo, sem uma gota de cerveja a bordo,está o N/V Equador com o seu armador, sr Vitorino Madaleno.
Da minha parte ofereci os serviços SAR do Veronique, mas, de forma delicada,não foram aceites,preferindo o sr Vitorino Madaleno esperar pela próxima maré, que ocorrerá lá para a meia noite.

quinta-feira, agosto 05, 2010

Senhora das Necessidades

Um aspecto pitoresco do meio ambiente que rodeia o santuário da Sª do Socorro, ou das Necessidades, como é hábito por aqui designar-se.

terça-feira, agosto 03, 2010

Curiosidades

Porque necessitei de ir almoçar a Aveiro, desloquei-me ao NVV Veronique para matar saudades, dormir uma sestinha e verificar se não tinha sido a bordo que deixei a minha Watermann preferida.
Como a banca da cozinha estivesse um pouco entupida, peguei na borracha e sanfonei o ralo.
Eis se não quando, coisa nunca vista (sai-lhe o colchão dentro do toucado) saiu-me um camarão vivo pelo cano para a pia.
E esta Ehimmmm?!!!!

Domingo na Ria

A tardada na Ria foi precedida de árduas negociações para reforçar a tripulação do NVV Veronique com o proa do Delmar. Aqui, em plena discussão sobre a cláusula de rescisão, que ficou acertada em duas garrafas de tinto Quinta de La Rose 2003 e um presunto de Chaves.
Na foto o momento em que o novo elemento da tripulação vai de baixo da mesa buscar as duas garrafitas do contrato, escondidas que estavam dos olhares gulosos dos outros convivas.
Que foram, claro, bebidas em copos de vidro. Antes estavamos no branco, o vinho ainda não tinha chegado

segunda-feira, agosto 02, 2010

Lady sings the blues

É uma das minhas Jazzers preferidas, a senhora Billie Holyday.
Tem um livro expreplêndico, o Lady Sings the Blues, que originou um filme giro e que nos permite o conhecimento da vida da diva (fiz um trocadilho pá).
Hoje, ao percorrer um blog que visito com regularidade lembrei-me do livro e da Billie.

sexta-feira, julho 30, 2010

Berlenga 2007

video

Sobre o Cruzeiro à Berlenga 2007 foi realizado um filme cuja estreia mundial, na Boavista, foi antecedida por um grandioso vernissage, frequentado pela mais alta sociedade das docas e casas de pasto aveirenses. Fica aqui o genérico para vos criar algum apetite.

quinta-feira, julho 29, 2010

A Faina na Vista Alegre

Este ano não vou de férias. A minha engenheira da qualidade teve um crianço há dias e sobrou para mim a gestão da ISO 9001. Para Setembro tiro uns dias e a meio de Agosto vou à abertura da caça.
Para já fico-me pela Costa Nova e pela Boavista e, apreciem esta imagem, feita há menos de meia hora, no Canal do Rio Boco, mesmo ao ladinho de chez moi e digam lá se não é um previlégio morar neste local.
A nossa Ria, apesar de moribunda, ainda vai dando para alguma faina artesanal.

quarta-feira, julho 28, 2010

Com as barbas a arder

A imagem do inferno, a existir, deve ser parecida com isto. Já está a menos de 300 m da empresa. Pelo meio pelo menos uma fábrica com depósitos de combustíveis. Está lindo, Phoenix

Sonho de uma noite de Verão

Correndo o perigo da recorrência, deixem-me contar o meu mais lindo sonho de Verão, que retomei à vista dos Canadair que por aqui à volta andam a combater as chamas, mesmo aqui ao lado.
Imaginem o que seria dois, vá lá três, Canadairs, carregadinhos de sugo, bosta, merdelim, do mais mal cheireiro que se encontrasse e, sobrevoando a razar a Assembleia da Républica, que não é Assembleia e muito menos da Républica, abrissem aquelas aberturas do bojo e largassem todo, mas mesmo todo, o merdelim, até à ultima gotinha, bem escurrepichadinho, sobre aqueles aparatchicks todos.
Delicio-me com este sonho, adormeço melhor, durmo como um anjo.

Está tudo a arder

Ontem, pelas 18 horas, o Sol por trás da platibanda da fábrica.
Hoje de manhã está pior.

quarta-feira, julho 21, 2010

Os Vougas

Uma excelente fotografia do NVV Veronique que me foi enviada pelo Amigo Marco.
Ahhh, em primeiro plano é o Vouga Alma Grande.

segunda-feira, julho 19, 2010

Canal Rio Boco, este domingo

Embora pareça de outros tempos, a fotografia acima foi feita este domingo, pertinho da Boavista (du cotê de chez moi), no canal do Rio Boco.
Vê-se por trás a praia da Barquinha onde Papai me ensinou a nadar e onde, anos depois, tantas vezes nadei e pesquei com os meus Amigos Zé Ângelo e Varinhas. Outros tempos.
O moliceiro é pertença da Junta de Freguesia local e ainda cheira a novo.
Em dias como este domingo faz-se à vela pelo canal. É lindo de se ver.

domingo, julho 18, 2010

Açores à Mesa


Umas lapinhas, da Madeira ao que me informaram, mas numa ruela estreita de Ponta Delgada, seguidas de uns chixarrinhos com feijão ciclista e molho vilão mais um expectacular copo de vinho de cheiro.
Portugal incorrupto e original nas ilhas de sonho, nas ilhas de bruma.
(este texto não respeita, por opção, o acordo ortográfico)