domingo, janeiro 30, 2011

IV Grande e Portentosa Regata da Lua Cheia que por acaso foi Quarto Minguante

A explanação da táctica para a Regata pelo Skipper


Resultados por Classe :
Barco de ferro mais embandeirado: 1º Lugar NVV Veronique;
Barco de ferro mais azul : 1º Lugar NMB Nagual;
Barco de Plastico com mais limos no casco: 1º lugar NVP Celta Morgana;
Barco de plastico com mais tripulantes mouros: 1º lugar NVG Liberum;
Barco com melhores digestivos: 1º lugar NVD Mike Davis;
Lancha com melhores rojões : 1º lugar Zé Daniel;
Lancha com melhor máquina de café: 1º lugar Fernando Manuel;
1º Prémio de Aguardente Wooloomooloo: Pardal;
1º Prémio Tripulante com o mais exuberante Rabo de Cavalo: Bolha;
1º Prémio de salto para trapiche, exaequo: Paulo Madail Lobo & João Madail Veiga.
As classificações foram validadas pela comissão de regatas depois de verificada toda a documentação técnica e desportiva.
Não se aceitam protestos posteriores à publicação das classificações.

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Impostos

Há dias, não muitos, uma Amiga minha moura, reflectindo sobre um post que eu escrevera sobre a revolta do Minho contra a portagem nas scuts, dizia que não se sentia minimamente inspirada para pagar com os seus impostos estas estradas, que ela não utilizava.

Tudo bem, é uma opinião.

E então eu tenho de estar inspirado para pagar os milhões largos de prejuízo que dão as companhias de travessia do Tejo? Eu nunca as usei, nem penso usar, e também são os meus impostos que as pagam.
E pergunta-se, é justo, ou melhor, admissível, o prejuízo deste tipo de empresas, scuts, Metro e Carris de Lisboa, ou transportes fluviais?

Pensemos num exemplo que conheço, o ferry de São Jacinto.
São Jacinto é uma freguesia de Aveiro que por estrada dista da sede do concelho mais de 50 Km, sendo que de barco dista apenas 15 minutos de viagem.
Fiz as contas, só ao combustível gasto pelo ferry em cada travessia, e nem com todos os lugares de carros ocupados esse custo era superado.
Que fazer então, aumentar as tarifas para os valores comerciais?
Penso que é um dos custos sociais que devem ser suportados por todos nós, na forma de impostos. É importante garantir o transporte a uma população isolada, quase numa ilha. Uma empresa que necessitasse desse lucro nunca sobreviveria a fazer travessias do Forte da Barra para São Jacinto.

Se a lógica da Transtejo for a mesma, não me custa aceitar os milhões de prejuízo que apresenta.
Também me parece justo que o erário publico sustente, parcialmente, o Metro, a Carris e outros serviços de função social.
Custar-me-á admitir que tenham, não sei se têm, gestores pagos a ouro.
Mas custos de exploração operacional pagos com os nossos impostos, para mim é pacifico de aceitar.

Mas então, aceitando isso, e pela mesma lógica, porque aceitar a argumentação moura de não quererem pagar as scuts que não utilizam???
E perguntam VEXAS que tem este post a ver com o Mar?
Fácil, está bom de ver, este país e este post estão a ir ao fundo....

domingo, janeiro 23, 2011

Sinfonia do Novo Mundo

"...
almagrande disse...
Não acredito que o Antonin não tenha visto o mar, não pode.
..."


A propósito do Amadeus e do Antonin Dvorak, o nosso Amigo Alma Grande escreveu o comentário acima, e lembrou-me uma história dum cruzeiro a bordo do Atlantic Star, em 2009, pelo Norte de Africa, Canárias e Madeira, e reza assim:
A bordo do Atlantic Star havia dois restaurantes à carta, uma pizaria, um restaurante bufet aberto 24 sobre 24 horas, para além de 7 ou 8 bares, todos musicados e abertos.
Para invejar o meu Amigo Machadinho telefonava-lhe duas e três vezes por dia, com o relato das comidas e bebidas que ia malhando a bordo.
Numa delas o Machadinho perguntou-me:
"Olha lá Beiguinha, e tue já beiste o Mar? "
[pronunciar com sotaque ilhaveiro cerrado]

Ora que o Antonin foi várias vezes a Inglaterra, e parece que no tempo dele ainda não estava concluido o tunel da Mancha, e aos Estados Unidos, é histórico.
Mas quem nos garante que ele não viajou no Atlantic Star?
Sim, quem nos garante que ele não viajou no Atlantic Star?????


Imagem da minha pessoa com o tripulante mais graduado a bordo do Atlantic Star,que nos proporcionou as melhores e maiores comezainas concentradas em tão poucos dias, embora em milhas alargadas, de que me lembro!!

Ah Leão !!!

Fotografia estilo 'sem luz e quase focada' de autoria © Marieke Copyright, com direito a censura da arrumadora de foco,apesar de ser uma das 501 fotografias feitas então. Esta e para aí mais umas quinhentas.

sábado, janeiro 22, 2011

Sódades do Berão

Já ia o Berão de 10 nos fins quando nos alembrámos de rumar a Biana, que como se sabe, é tão irmã, tão irmã de Abeiro, que bem uma a seguir à outra no dicionário, Abeiro>Biana.
Com o pretexto dum encontro de barcos tradicionais e da presença do lugre Maria Manuela em Biana, aí bamos nós até lá, o NVV Veronique e o NMB Nagual.
A foto, já publicada antes neste espaço, retrata os dois skippers, naturalmente atentos ao desfile que seguia impante no Lima.
Este ano há mais.

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Mozart und Dvorak

Paciência, por serviço, onte(m) tive de me deslocar a Marrocos, a Lisboa vá.
No intervalo do dito serviço fui à Fnac do Basco da Gama e trouxe discos cheios de bolor, que por acaso ouço agora, á vez, a saber, Die Zauberflot (ein lieder spiel) und Die Czech Suit.
A curtição flui alto, com a sorte, para os bizinhos, de não haver bizinhos por perto no Solar da Boavista.
Que tem isto a ver com o Mar?
Fácil, está bom de ver, quer o Amadeus quer o Antonin, por serem centro europeus, nunca o viram, ao Mar, acho eu.

segunda-feira, janeiro 17, 2011

Chez Alamede

O magnifico restaurant Chez Alamede, de cuidada decoração e esmerada ementa, onde este vosso amigo não raras vezes almoça.
O que é que este restaurant tem a ver com o Mar?
Fácil, está bom de ver, tem uma aba de vitela au forne de estasiar qualquer um, exactamente como o Mar.

domingo, janeiro 16, 2011

Hoje de manhã

Hoje de manhã não fui para a Ria.
Estava, estou, um bocado cansado da viagem de ida e volta à Galiza de ontem, a mata cavalos, e decidi dar apenas uma volta higiénica carrística pelos locais habituais, com o Francisco Viegas no banco do lado.
"O Mar em Casablanca" já me acompanha há tempo de mais, foi e veio comigo a Cabo Verde o ano passado, e outras leituras se intrometeram. Mas é muita giro, o livro.
E lá vinha o meu Amigo Delmar, sozinhinho, aos bordos pelo Canal dos Bacalhoeiros, que os ventos estavam de Sul. Ia para a Avela. Daqui a bocado vou também até lá.
Aqui fica a prova do delito, comum.

sexta-feira, janeiro 14, 2011

Privilégio


Duas imagens magníficas da Cidade mais extraordinária do Universo, quiçá mesmo a mais extraordinária de Portugal.
Feitas por uma passarola voadora e cedidas à Avela, desconheço o autor e voador, mas aqui fica a minha larga e admirada chapelada.
Chamo a atenção para os barcos barquinhos e barquetas que amarram aos muros dos canais, para o NVV Veronique na foto de baixo, para o casario, para a Rua Antónia Rodrigues onde fica o Chez Palhuce, para o Cais dos Botirões, para a capela de São Gonçalinho, para o Rossio, para os canais.

quarta-feira, janeiro 12, 2011

Pois

Do JN de hoje:

"...
A PSP de Lisboa deteve dois homens por terem roubado dois sacos com cerca de 70 pães de uma padaria na zona de Marvila e depois de um deles ter sido baleado por um agente quando tentava fugir.

Em comunicado, a PSP avança que o assalto ocorreu às 4.30 horas da madrugada de hoje, quarta-feira, e que a detenção foi feita depois de um telefonema para a esquadra policial da zona a dar conta do assalto.

Os dois detidos, de 28 e 33 anos, roubaram dois sacos com cerca de 70 pães, num valor de cerca de 15 euros. Os pães foram recuperados e entregues de novo à padaria, após a detenção dos indivíduos.

Depois do assalto, os dois homens iniciaram uma fuga a pé, tendo sido um deles "imediatamente manietado".

O outro suspeito, que detinha uma arma de fogo, "prosseguiu a fuga apeada, sempre seguido pelo elemento policial, que lhe ordenou por diversas vezes que parasse e largasse a arma", refere o comunicado.

"A dada altura o suspeito apontou a arma na direcção do agente, pelo que este, face ao perigo iminente, efectuou um disparo com a arma de serviço, atingindo o suspeito na perna direita", adianta a PSP.

O detido necessitou de tratamento hospitalar mas não ficou internado.

Quando foi interceptado pela PSP, o mesmo suspeito "arremessou a arma de fogo para o interior de um poço", contudo a pistola de alarme foi recuperada pela polícia com o auxílio dos Bombeiros Sapadores de Lisboa.

Os detidos que já tinham antecedentes criminais vão ser presentes na quinta-feira no Tribunal de Instrução Criminal para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respectivas medidas de coação.

..."
Seguem entretanto nos tribunais portugueses os casos da Casa Pia, da Face Oculta e do BPP/BPN.

domingo, janeiro 09, 2011

Acidente

Cambada,
Sem saber como alterei o formato deste vosso espaço e perdi endereços importantes.
Agradecia que me ajudassem, comentando com os vosso endereços.
Faltam-me a:
'Padaria Beira Mar,rozarinho'
'Melhor Blog do Universo, receitas exprepelndicas'
'Forcados Amadores de Alhandra'
entre outros....

sábado, janeiro 08, 2011

São Gonçalinho da Beira Mar

Da romaria faz parte, já de forma tradicional, o Capitulo da Confraria, isto é, o malhanço no Imperial com os confrades.Pois.
A minha mesa era de luxo, a minha galega Marieke, o meu Amigo Toni Pardal cada vez com mais aventuras deliciosas, o Machadinho e prole, de que fazem parte duas testemunhas da minha única incursão lectiva, na UA, e que, como todos os outros, tiveram de se chegar à frente com a caçoila de chanfana e as duas travessitas de aletria para terem a notita à cadeira que regia, e, the last but not the least, o Armando (Sharon), um dos dois judeus que conheço, este mobilizado para a guerra dos seis dias, embora só tenha chegado ao sétimo, dia.
Tirando as descrições realistas das actividades da Mossad e dos pormenores escabrosos da vida de Cristo ( e eu não sou cristão), não é mau gajo, para judeu,entenda-se.
Entradas magnificas, saídas de luxo e a Cantate de São Gonçalo igual a si mesma.Pois.

quinta-feira, janeiro 06, 2011

Berlenga 2011

Cambada:
Acabei de assumir junto ao Camarada Presidente a organização, por parte da Avela, do "Expreplêndico XIX Grande Cruzeiro à Berlenga e Ilhas Adjacentes."

Convocam-se os interessados e interessadas para a reunião de skippers a realizar já no fim do presente mês de Janeiro, durante a "IV Grande Regatta da Lua Cheia que este ano,por causa do sr Leão, Rodrigo, é praticamente na Lua Nova".

Será necessário exibir as licenças desportivas e certificados de rating das embarcações, podendo aquelas ser substituidos por duas garrafas de chaimpain e estes por duas caixas de tinto de qualidade comprovada.

O Regulamento será divulgado oportunamente.
Para já,e como estamos a atravessar uma época festiva em Aveiro e em particular no Bairro da Beira Mar (onde eu,maninha e os meus primos nasceram, na Praça da Bastilha),vou mas é para as cavacas que até ferve.

quarta-feira, janeiro 05, 2011

Malangatana


VIVA MALANGATANA !!!

Coerência

Do Jornal de Negócios de Hoje:

"...
Quando apresentou o chamado PEC 3, em finais de Setembro do ano passado, o Governo anunciou o congelamento das promoções que impliquem a subida de salários na Função Pública a partir de 1 de Janeiro de 2011.

Desde então, e até ao final do ano, foram publicadas em Diário da República 2.125 promoções ou alterações de posicionamento remuneratório, o que representa um crescimento de 15,6% face ao período homólogo do ano passado. Esta aparente "corrida" às promoções poderá, na prática, compensar os cortes salariais na Função Pública, que variam entre 3,5% e 10% para vencimentos superiores a 1.500 euros, conforme admite Ana Avoila, da Frente Comum.
..."


O bold é meu.
Mas o que é que esta notícia tem a ver com o Mar? Simples, os nossos coerentes (des)governantes deviam ser a ele atirados com um bloco de cimento nos pés.

domingo, janeiro 02, 2011

Privilégio

Cais dos Botirões,na minha terra, numa tarde de Inverno mas luminosa, mais precisamente hoje, depois do cozido no nosso Amigo Augusto.
E prontes...

Regata da Lua Cheia que Por Acaso Desta Vez é Quase na Lua Cheia

Cambada,

Nos próximos dias 22 e 23 de Janeiro vai decorrer nas alterosas e tenebrosas águas da Ria de Aveiro a IV edição da já famosa "Regata da Lua Cheia que Por Acaso Desta Vez é Quase na Lua Cheia"
Será, naturalmente, exigida a exibição das licenças desportivas e certificados de rating das embarcações, estas ultimas subsituidas por duas garrafas de chaimpain e aquelas por uma caixa de tinto, desde que de boa qualidade.
O Programa de Regatas bem como as localizações das boias de barlavento e de desmarque e garrafeiras de segurança serão oportunamente divulgadas.

Pela Comissão de Regatas,

Joao Veiga
MMMMMBAS do NVV Veronique


PS:
Acontece que o sr Rodrigo Leão dá um concerto em Aveiro a 22 de Janeiro. Já lhe telefonei a pedir para adiar as cantorias, mas o gajo está irredutível, tem de cantorar a 22.
Resta-nos adiar a Regata para os dias 29 e 30 de Janeiro,pelo que a Regata será:
"Regata Da Lua Cheia que desta vez, e só desta vez, por acaso ,é de Lua Nova"

Para o Incrédulo Cabo dos Forcados Amadores de Alhandra

Concerto de Ano Novo

Pois foi, a 'Suite Cheka' do Dvorjak que não conhecia lembrava muito o Novo Mundo e, apesar de não conhecermos, não enganou a tripulação do NVV Veronique. Admiramos a garra da orquestra e do maestro.
O Miller e os outros interpretados foram do nosso gosto.
A tradicional Radetski no fim, pobrezinha cotejada com o Karajan em Viena, mas bonita pela participação da rapaziada.
O Carvalho não foi obcessivo, complementou apenas, e é um grande cantor, o Homem.
Os choros dos bébés nos durante eram evitáveis, mas foram benvindos.
E prontes...