terça-feira, abril 14, 2009

Em pleno sacrificio turistico

Pois é, na saga marítima da semana passada passei por terras do Islão e malhei uma fritada de peixe como raras vezes me passou pelos beiços.
Solicitada uma garrafa de bom vinho do Atlas ou mesmo uma cerveja fresquinha, trouxeram-me esta coca cola. Ia-me dando uma coisinha má, um colapso, uma solipampa.
Nem as marmotinhas me souberam.
Pena foi termos perdido Alcácer Quibir que, infelizmente, ninguém sabe onde fica, mas em Marrocos, (lamentável chauvinismo, uma vez que é bem conhecida a localização de Aljubarrota) e agora poderiamos alí malhar o magnifico vinho do Atlas em público, uma vez que em privado toda a gente o bebe.

7 comentários:

almagrande disse...

Boas Comandante, a sua expressão diz tudo.

João Manuel Rodrigues disse...

Ena, tás mesmo com mau aspecto, olha, esse barco não tinha termas?

João

garina do mar disse...

andas a fazer umas férias muito estranhas!!!
ele é água, ele é coca-cola... isso faz tudo um mal desgraçado!!

jc disse...

Pois é...só binho Americano!Até a côr dele é parecida à do Obama!!!
Razão tinha o outro que dizia I have a dream.... O que ele nunca sonhou foi vêr os portugas a gostar tanto desse binho!Dizem que é bom para desentopir os canos velhos!Já imaginou os nossos antigos pescadores de bacalhau, na Terra Nova a comer sopa de caras de bacalhau e a beber coca cola?Pois é...Loool

Laurus nobilis disse...

Como eu o compreendo...

Pêjê disse...

Ficar de ponta numa mesa pequenina que nem dá para pousar as asas também não fica bem...
É uma sala atulhada com adereços de terrivel mau gosto... :D
Paulo "da Palha"

BLUE MOON I disse...

Pois é, JFMV, empurraram-te para a " esquina". Olha que filhos da mãe.....
Só para nós: tive um grande amigo, infelizmente já ido, que enchia religiosamente uma garrafa de 1,5 l de coca cola, para as manhãs de praia. Era italiano ( vero!) e é o tal do Adega de Silgueiros, com quem fiz um filmezito na Holana